30/12/2009

Maria Mena - Miss You Love

E no final tudo é igual

"Porque no final começa-se a pensar no início!
Porque no final, voltam hábitos do início!
E é ai que você descobre que sempre foi o que foi, e que tudo que viveu não passou de uma mentira!
E pela primeira vez você se sente feliz, por não ter sido nada real.
Porque no final, tudo volta a ser como era antes!
O que muda é sua mente que evoluiu o bastante para chegar e admitir essa conclusão."

19/12/2009

Conselho

Sê paciente; espera
que a palavra amadureça
e se desprenda como um fruto
ao passar o vento que a mereça.

15/12/2009

Parabéns a minhe!

E mais um ano que acrescento à minha "rica" vida, faço 21 anos , YEAH!!

E como tal decido colocar aqui uma das minhas músicas favoritas, e que nunca me cansei de ouvir, e claro o poema inevitável!



Há momentos impossíveis,
Em caminhos inimagináveis,
Cujos minutos e segundos
Nos tornam inalcançáveis, únicos.

Há momentos irrepetíveis,
Em caminhos sem atalhos,
Cujos minutos e segundos
Nos tornam perfeitos, excepcionais.

Há momentos que falam por nós,
Minutos que nos levam a optar por um caminho que nos vai delineando,
Segundos que fazem de nós o que somos,
Que nos mostram como acreditamos poder ser,
Como queremos ser.

Há momentos.

14/12/2009

John Mayer - Free Fallin'




Não resisti e tive que colocar mais este, e como o sono tarda em chegar... O Modern Warfare 2 vai-me dando que fazer :p

Uma boa noite.

21h :P

John Mayer - Say



FANTASTIC!!!

SAY

Take all of your wasted honor.
Every little past frustration.
Take all of your so called problems,
Better put em in quotations.

Say what you need to say

Walkin like a one man army,
Fightin with the shadows in your head.
Livin up the same old moment
Knowin you d be better off instead

If you could only...Say what you need to say

Have no fear for givin in.
Have no fear for giving over.
You better know that in the end
It s better to say too much, than never to say what you need to say again.

Even if your hands are shaking,
And your faith is broken.
Even as the eyes are closin,
Do it with a heart wide open.

E esta hein?

1. Muitos amores começam pelo fim.
O meu começou pelo e-mail...

2. Aquele teria sido o sono mais longo de sua vida... não tivesse acordado dentro de um caixão a sete palmos da terra!

3. Todas as noites, antes de dormir, dava corda ao despertador.
Uma noite esqueceu-se do hábito.
Nunca mais acordou.

4. Só vivia para acumular dinheiro. De fato, um grande porco capitalista!
Seu fim, porém, foi triste.
Por conta de suas moedas, reduziram-no a cacos.

Nhe, na verdade é um triste, mas se calhar justo, fim...

08/12/2009

O saber não ocupa lugar!

Como sou uma pessoa que gosta de ajudar tudo e todos, aqui vai uma grande dica, aceitem-na e apliquem nas vossas vidas, acreditem em mim, não duro sempre!


Quando vos mandarem "....." já sabem onde fica.

Estocolmo - Suécia

28/11/2009

Mesmo que distante...

"Ouve...
Quando eu não estiver por perto,
Canta aquela música de que a gente se ria
É tudo que eu cantaria,
E quando me for embora você cantará."

Fields of Gold - Sting

"...I never made promises lightly
And there have been some that I've broken
But I swear in the days still left
We'll walk in the fields of gold..."

20/11/2009

Simulação

O blog: http://quatroquatrodois.blogspot.com/ desafiou os seus visitantes a fazer uma simulação de convocatória de Portugal para o mundial da África do Sul, e então aqui fica a minha convocatória:

Os 23 do Pedrinho Pedrosa:

Guarda Redes: Eduardo, Rui Patrício, Beto

Defesa Direito: Bosingwa, João Pereira

Defesas Centrais: R.Carvalho, Bruno Alves, Pepe, Daniel Carriço

Defesas Esquerdos: Duda, Miguel ( adaptado )

Médios: Deco, João Moutinho, Raul Meireles, Pedro Mendes, Hugo Viana

Extremos: Cristiano Ronaldo, Nani, Simão, Varela

Avançados: João Tomás, Danny, Liedson


A minha táctica e onze inicial seria um 4-3-3 com:




Agora desafio-vos também, a quem tem, e mesmo a quem não tem blog, que faça a sua convocatória :P

Abraços e beijos.

Try

"If i walk, would you run?
If i stop, would you come?
If i say you're the one, would you believe me?
If i ask you to stay, would you show me the way?"

Try - Fame

12/11/2009

É lema

Tenho o vício de imaginar/sonhar o impossível, e acabar perdido no meio do nada.

10/11/2009

Oportunidade única

Enfermeiros trocam Portugal por salários milionários

A Professional Connections pretende contratar, em 2010, «pelo menos cem enfermeiros portugueses». A empresa, com sede na Finlândia, é uma das 10 interessadas nos serviços destes profissionais, que têm a vida dificultada em Portugal.

Às más condições de trabalho e desemprego, estas empresas contrapõem ofertas – como as da ProfCom, da Arábia Saudita – de três mil euros de salário livre de impostos, casa, serviços médicos e voos gratuitos, além de 64 dias úteis de férias. É um bónus.

O Diário de Notícias diz que as condições são mais do que apelativas. O jornal conta que estas empresas estão sobretudo interessadas em recrutar enfermeiros especializados em áreas como a saúde materna, cuidados intensivos, cardiologia, entre outros.

Fonte: Jornal "A Bola"


Nota: Porra podiam virar para a área da Fisioterapia!
Que grande e ùnica oportunidade, também quero :(

09/11/2009

Explica Pedrinho...

É verdade, 4 posts de uma vez!
Estava farto de guardar alguns destes aqui na reserva, e foi tudo à molhada!
Sou eu nos blogs e o Benfica no campeonato português!
Abaixo de 3 é derrota :)

Abraços/beijos e uma boa noite!

Sleeping to dream



Permitam-se, deixem que o vosso "consciente" sonhe :)

Oportunidades

Já pensaram?
Como somos extremamente cegos
A forma como somos voláteis
Ah porra! a forma como inocentemente ou não,
Perdemos oportunidades, vidas, amores, afectos
Que cegueira enorme esta que nos invade,
e que nos impede de reconhecer o amor
Que estupidez tamanha é esta,
que nos chega a fazer negar o óbvio?

De facto,
foram vidas paralelas
Apenas à distância de um grão de areia,
que infinita distância essa.

Como foi possível?
Não cruzarmos as linhas das nossas mãos?
Que vento levou para tão longe
Esta doce ilusão?

08/09/09

yes it's true!

"(...)sentei-me à mesa e tive vontade de escrever um poema. Fechei os olhos sob o sol generoso da tarde e escrevi mentalmente o que sentia naquele momento. Não sei exactamente que palavras acalentei no coração para responder àquela carta. Mas sei o que senti: medo. Um medo terrível de não saber o que fazer com aquele sentimento grande que se tornava maior do que eu. Medo de não estar à altura, de o desapontar. Medo de tudo não passar de um dos meus sonhos, com coisas improváveis. E, sobretudo, medo de o perder, embora tivesse agora a certeza do que aquele «para sempre» significava. (…)Chorei. Não sei se de alegria ou de pena por não ser mesmo essa concha transparente que ele pudesse transportar consigo nas fantásticas viagens através das ondas, entre algas e estrelas-do-mar. Na verdade, tive uma vontade súbita de pertencer-lhe como objecto querido que trazemos connosco em todas as ocasiões(…)
Quando dei por mim, estava na praia. Tirei os sapatos e corri para a beira-mar. A água fria insistiu em acordar-me e eu não queria.
- Está quentinha! – disse o Dunas, saindo do mar e borrifando-me os cabelos com gotas salgadas.
- Está um gelo!
Riu-se.
- Senta-te aqui – pediu-me, puxando a dobra dos meus calções.
- Sabes, Dunas…
- Encontrei um braço de lula gigante lá ao fundo – contou, eufórico, apontando a linha o horizonte.
- Eu queria dizer-te que…
- Deve ter havido luta com um tubarão.
- Credo! Há tubarões por aqui?!
- Foi só para ver a tua cara! – E riu-se outra vez.
- Olha Dunas, eu…
- Mas há raias gigantes. E lulas. E polvos de todos os tamanhos, lá ao fundo, claro.
- Está bem, mas…
- Eu encontro alguns, quando mergulho do barco de um amigo do Pedro, que também é pescador.
- Estou a ver. Agora, o que eu queria dizer-te era…
- Corais é que não há, e é pena.
Impacientei-me:
- Chiu! Importas-te de me deixar falar?
Riu-se descaradamente, a desafiar-me.
- Estás zangada?!
- Por enquanto não, mas vou ficar, se não me deixares falar! Detesto que me interrompam.
- Já sei tudo – atalhou com o maior descaramento.
- Sabes o quê, afinal, ah?
- Ora, que gostaste do meu poema e até o sabes de cor.
- Por acaso enganaste-te. (…)
Mergulhei para ganhar coragem:
- O que eu ia dizer-te, Dunas, é que hoje compreendi…
- Qua gostas muito mais de mim do que dantes. Eu também gosto mais de ti.
Baixei a cabeça, desolada. (…)
Viemos os dois a nadar até à praia. Depois, deixamo-nos cair sobre a primeira faixa de areia seca. Em seguida, o Dunas levantou-se bruscamente e deitou-se noutra posição, de cabeça em frente à minha e murmurou:
- É tudo verdade.
- O quê?
- Aquilo que eu escrevi...”

O guarda da praia

Shed my skin - Alter Bridge



Música BRUTAL!

22/10/2009

Metade

Metade

Oswaldo Montenegro

Composição: Oswaldo Montenegro

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio

Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.

Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.



Sem mais nada a dizer... Encantou-me :)

30/09/2009

Como não consigo sequer fechar os olhos, nem dormir, nem estar na cama, venho para aqui vaguear e decidi colocar esta música com uma letra bastante bonita, apesar de não apreciar muito a sonoridade.
Obrigada à minha bibliotecária musical ( Maria Melo ).

The end - Pearl Jam

What were all those dreams we shared
those many years ago,
What were all those plans we made,
now left beside the road.
Behind us in the road.

More than friends, I always pledge,
cause friends, they come and go.
People change as does everything.
I wanted to grow old.
Just want to grow old.

Slide on next to me,
I'm just a human being.
I will take the blame, but just the same,
this is not me, you see, believe,
I'm better than this.
Don't leave me so close.
I'm buried beneath the stones,
I just want to hold on and know I'm worth your love,
and I, I don't think, there's such a thing.

It's my fault now, I've been caught,
a sickness in my bones.
How do you think it is to leave you here
with the kids on your own.
Just don't let me go.

Help me see myself,
Cause I can no longer tell,
Looking up from inside of the bottom of a well,
it's hell, I yell, but no one hears before, I disappear, whisper in my ear.
Give me something to echo in my unknown future,
you see, my dear, the end, comes near, I'm here,
but not much longer.


Saudade


"...Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já...

Saudade é amar um passado que ainda não passou, é recusar um presente que nos machuca, é não ver o futuro que nos convida...
Saudade é sentir que existe o que não existe mais...
Saudade é o inferno dos que perderam, é a dor dos que ficaram para trás, é o gosto de morte na boca dos que continuam...
Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade: "aquela que nunca amou."
E esse é o maior dos sofrimentos: não ter por quem sentir saudades, passar pela vida e não viver.
O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido..."

(Pablo Neruda)

27/09/2009

FCP - SCP 26/09/09

Resultado final 1-0, e a minha opinião sobre este jogo resume-se a 4 coisas:

1º Grande exibição de Falcão, Hulk e Belluschi!!!Deu gosto ver a forma como o Hulk passava pela defesa Sportinguista!

2º Arbitragem vergonhosa de Duarte Gomes, demasiadas interrupções e amarelos e até vermelhos muito puxados, num jogo que tudo teve menos violência e num jogo em que o que estava na cabeça dos jogadores era APENAS E SOMENTE -- JOGAR À BOLA!

3º Apoio fraco por parte dos portistas, cada vez mais acho que só vai ao estádio quem pode e não quem gosta de VIVER o futebol, é só pessoal do assobio e mais nada! Deixo também um elogio enorme à claque do SCP, que mesmo a perder cantaram e fizeram-se ouvir! Parabéns também aos Superdragoes que fizeram questão de mostrar que são os únicos que acompanham e apoiam a equipa mesmo quando esta não joga tão bem!

4º O medo e a falta de vontade de dar espectaculo, marcar golos e ganhar por parte dos dois treinadores mais "CONINHAS" ( DESCULPEM-ME A EXPRESSÃO) do futebol português!
Tirar o Postiga para por o Djaló, a perder e a tentar empatar, não acho que seja uma opção ofensiva!
Tirar o Falcão quando este estava a ser um dos melhores da equipa e sabendo que os adeptos queriam mais golos, acho que foi uma substituição à Jesualdo ,enfim!

Por último, uma palavra para o Benfica, ganharam bem sem dúvida, estão mais fortes do que ano passado, também não há qualquer dúvida, apesar de começar a ficar ansioso que tenham uma derrota para ver se os alucinados dos comentadores lampiões do RECORD ONLINE batem com a cabeça e acordem que quem é Campeão actualmente é o PORTO!
Mas em relação ao jogo, tal como acho a expulsão do Veloso puxada, a do "Polga" Africano, ainda acho mais, tudo bem a falta sobre o Di Maria é dura( cartão amarelo bem exibido ) , mas depois expulsar um jogador aos 25 por "Sururu's"??? Bem ainda estou a espera do dia em que o Benfica joga contra 11 e sem grandes penalidades no meio... Já para não falar do tempo de compensação da 1ª parte RIDÍCULA! Em lugar algum se dão 5minutos, mas já vem sendo comum!

P.S.: O benitez é que joga! Candidato ao Bidom de "MERDA"!

Deixo aqui um vídeo não liguem aos meus orgasmos, mas são coisas que não se contêm!

Obrigada Falcão!
video

18/09/2009

Viagem

Como prometido, vou agora deixar aqui o relatório da chamada "semi-Eurotrip", onde visitamos a Holanda, Bélgica e Alemanha.

Esta começou no dia 9 de setembro, eram quase 15h de uma quarta-feira cheia de sol e com temperaturas a elevar os 30ºC, quando nos dirigimos para o aeroporto Francisco Sá Carneiro no Porto.

Após realizado o Check-in, tempo para algumas fotos:



Eram 17h35 quando embarcamos rumo ao pais das Tulipas ( Holanda ).
O avião aterrou em terras holandesas por volta das 21h15m.
Foi aterrar, pegar no nosso querido companheiro Toyota Avensis e partir para o Hotel Brabant, que ainda ficava a cerca de 20minutos do aeroporto, numa localidade chamada Hilvarenbeek.Durante a viagem, surgiam as primeiras grandes frases da viagem: " PODE SER QUE COMPENSE!"



Após a chegada ao Hotel, fomos jantar a Tillburg ao Mcdonald's, onde um sujeito da eurotrip saiu-se muito bem após a seguinte questão: " Do you want a medium menu or a high?" , ao qual ele responde com um simples e eficaz: " YES " , bem a mulher ficou a saber a mesma coisa, mas vá, eles lá se entenderam.Após o jantar fomos para a noite de Eindhoven ( não poderei colocar fotos dessa noite devidos a factos que nunca iriam compreender!)
Deixo aqui o vídeo do jantar:

video

2º dia 10 de Setembro:
Depois de uma noite, bem-mal dormida, a rir e pregar partidas aos "demais", pegavamos nas "trochas" e vrummm rumo a outra localidade, desta vez Tillburg ( de dia desta vez ).
Aqui visitamos o conservatório de Tillburg, a igreja de São José e o centro de Tillburg.






Após tillburg, mais uma viagem, desta vez pouco mais de 20minutos de carro, para chegar a cidade ( talvez a mais esperada deste dia ), Eindhoven.

Dentro desta cidade visitamos várias coisas, irei enumerar algumas: Fábrica da Phillips, 1ª Fábrica da Philips onde foi inventada a lâmpada, Pins voadores, Igreja Gótica de Santa Catarina, Sagrado Coração, Estádio do PSV e ainda o centro de Eindhoven.







Após Eindhoven partimos em direcção a Breda, onde visitamos a praça do mercado, uma igreja museu e o teatro de breda.





Entretanto almoçamos, e voltamos a entrar na nossa máquina ( Toyota Avensis ), rumo a Bruxelas, com uma paragem um "quanto-ò-tanto" conflituosa, em Brecht, para visitar o "De stenen Molen" ( Moinho ).






Chegada a Bruxelas






Eram já 21horas quando saímos de Bruxelas, e portanto, tivemos que passar Brugge para o dia seguinte, dirigimo-nos então, para o Etap Hotel, em Antuérpia, onde íamos ficar a dormir uma noite.

Após a chegada ao Hotel, eram já quase 23horas, pousamos as malas nos respectivos quartos, e fomos para o centro de Antuérpia para jantar.
Acabamos por jantar no Dominó Pizza, comemos todos uma michórdia, de atum com queijo, cogumelos, pão, bla bla bla... Mas o importante era matar a fome.
Após enchermos a barriguinho, fomos então para a primeira grande NOITE!! ALVO - Noxx - Antuérpia, era a festa Blue Fame, prometia, e cumpriu-se, altamente, e mais uma vez outra grande frase da viagem surge : " Are you hungry? " - Ninguém ensina o moço a exprimir-se como quer e depois dá nisto! Pelo meio, muita música, dança e risota! Até tiveram que refrescar o ricardo, senão dava-lhe qualquer coisinha... AI MENINA DA COCA-COLA!!

video

Eram já 5h da manhã quando fomos embora para o Hotel, para descansar cerca de duas horinhas.



3º dia 11 de Setembro:

Pelas 7h30 levantamo-nos, e fizemos as coisas do costume, e fomos visitar a cidade de antuérpia. Aqui visitamos: De grote Markt, De Meir Straat, De Onze-Lieve- Vrouwekathedraal ( Notre Dame ) , Brug Het Steen e Het Hendrik Conscienceplein.













Após a visita a Antuérpia, partimos para Brugge, já eram cerca de 12h quando lá chegamos. A fome já apertava, visto que tinha-me guardado para comer o pequeno almoço em Brugge, e tinha no estomago um Twix e algumas gomas compradas no dia anterior!




Em brugge visitamos: St.Salvator Kathedral, Belfort ( grote Markt ), Choco Story , Kruispoort.









Após a visita a Brugge, almoçamos por lá, e depois do almoço e de um pouco de "relax" na praça de Brugge a apreciar o que é realmente bom de se apreciar, fomos para uma viagem diga-se das maiores que fizemos por lá ( refiro-me a viagens directas claro!) - Brugge - Roterdão, cerca de 1h30 de carro, eu adormeci claro e eles lá aproveitaram para tirar fotos.




Como podem ver, nesta foto estou eu e o Ricardo a dormir, vá que vindo do Ricardo isso já seja bastante comum!

Após 1h30 lá chegamos a Roterdão, onde existe o maior porto do mundo e uma das maiores cidades universitárias a par de Groningen da Holanda.
Por lá visitamos: Walk of Hame , Casas cúbicas, Biblioteca Central, ErasmusBrug, Millenium Tower, Stadhuis Roterdam, Euromast Tower.








Após a visita a Roterdão, viajamos directamente para Amsterdão e mais uma hora de viagem por terras Holandesas, tempo para as "ESTUPIDEZES"!
Passado 1 hora, chegamos finalmente ao ponto MAIS DESEJADO DE TODOS : AMSTERDÃO e lá saiu mais uma frase mítica e que se ouviu durante a viagem toda: "POSSO SER SINCERO? AMSTERDÃO É ALTAMENTE, ALTAMENTE PEDROSA!"
Fomos então directo para o Hotel, de seu nome Shelter Jordan Christian. Conclusão, fomo-nos meter num hotel, onde ás 10h da manha há missa para todos os hospedes,e onde meninas ficam no 1º piso e meninos no 2º e ai de quem contrariar as regras... ora estavamos nós à espera da LOUCURA DE AMSTERDÃO e sai-nos assim uma fava, para mostrar que nem tudo é LIBERAL por lá!
Após nos alojarmos no hotel, alugamos uma bicicleta( Yellow bike ) e lá fomos na biketrip de amsterdão. Fomos jantar ao kebab lá perto do hotel e depois fomos ao momento alto da noite: RED DISTRICT LIGHT -- OOOOH PA NEM DIGO NADA!













Após uma noite muito bem passada, e ver Chineses quase a cair ao rio, e gajos bebados a conduzir um barco, dirigimo-nos ao Hotel, já muito cansados.


4ºdia 12 de Setembro

Acordamos mais tarde neste dia, eram já cerca das 8h30, fomos então tomar o pequeno almoço, no salão do hotel.






Depois de um bom e completo pequeno almoço, fomos descobrir a cidade de Amsterdam de bicicleta, desta vez de DIA! xD

Visitamos: A Camara, o museu do sexo, Casa da Anne Frank, Oude Kerk, Arena de Amsterdão,Madame Tussaud, RembrandThuis, Mercados tradicionais, Praça central, estação de comboios de Amsterdão, e mais umas quantas ruas e canais da cidade.










Caso para dizer: ASSHOLE!!!

Depois de visitarmos fomos almoçar, comemos o chamado Pequeno Almoço Inglês, e que bem me soube... teve efeitos drásticos, mas soube bem!




Então partimos rumo a Den Haag ( Haia ) , capital governamental da Holanda, onde todas as grandes instituições tem sede. Aqui a principal atracção foi o Palácio da Rainha da Holanda e o Tribunal de Haia, e claro a atracção tirada pelo grande fotógrafo Marcelo!






Após Den Haag, partimos rumo a Utrecht, mais propriamente Amersfoort ( campos de concentração ), foram mais de 2horas de viagem, chegamos lá estafados, porque o dia já ia longo, quando lá chegamos, a emoção para alguns foi grande, porque mesmo já tendo passado anos, desde o Holocausto, parece que naqueles locais ainda reside um clima pesado e temido. Apesar de tudo, estava à espera de mais, penso que talvez o campo de concentração da Alemanha e Polónia, estejam melhor "guardados" e tenham mais reliquias daqueles tempos.







Após a visita aos campos, fomos directos para Warder, uma vila a 20km ( para norte ) de Amsterdão, vila esta onde ficamos alojados durante uma noite e a qual eu passei a adorar, não só pela lindissima paisagem, como pela tranquilidade e paz que traz ao espírito de uma pessoa, HEI-DE LÁ VOLTAR E NÃO SÓ PELAS RAZÕES QUE MENCIONEI! EHEHEh!
Deixamos então as malas pelo hotel, e voltamos para Amsterdão para a grande noite!
"Olha o Gabriel!" ; " Ai Caralho, vou perder o amor ao dinheiro!" ; " Olha aquela a fazer olhinhos!" ; " Ai vamos embora, que já estou ... ! " ; " Ling, long, lang e pum tá no rio!" ; " Pa, toca-me no coração!" ... e por último uma notícia bombástica, ricardo adormece em pleno bar!







Após essa noite, e com gente bêbada e com muito aroma a cannabis nos pêlos dos "narizeezzz" lá regressamos a Warder, eram quase 5h30 da manhã.


5º dia 13 de Setembro:

Acordamos já tarde, a falta de horas de sono, já ia pesando, eram quase 10h da manhã. Tomamos o pequeno almoço no hotel, e que bem me soube, com aquela vista também, não poderia saber mal né?










Fomos para o carro e lá partimos rumo à Alemanha!
Começamos por ir a Duisburg, depois Essen e por fim Dusseldorf, para no final do dia nos dirigirmos ao Hotel Meninger em Koln.

Em Duisburg, estivemos cerca de 30minutos, tal era a quantidade de coisas interessantes que por lá havia ( ironia ).





Depois fomos para Essen, terra onde a grande empresa Krupp nasceu! E lá fomos nós há Villa Hugel, onde morou durante muitos anos a família dos Krupp. Curioso é que fomos ao museu lá dentro da vila, e a única lingua existente era ALEMÃO, ou seja perceber o que eles tinham para lá era para o tecto, só por imagens e vá lá! Dinheiro deitado fora, apesar de ser muito bonito, não percebi um caraças da história deles!





Após a visita à Villa Hugel, fomos ao Mcdonald's de Essen, onde pela primeira vez, vi um self-service de bebida num estabelecimento desta cadeia de restaurantes fast-food. Uma prova de evolução em relação a Portugal.

Após uma refeição "pesada", dirigimo-nos a Dusseldorf, cidade que me encantou, tanto pela beleza do rio Reno, como pelos edificios e arquitectura, e até mesmo pela forma como os jovens lá se vestem e penteiam!







Dirigimo-nos depois de tudo, a Colónia, para ficarmos uma noite por lá, no hotel Meninger.



Fomos jantar a uma espécie de churrasqueira alemã, onde nos serviram um pratão!! de frango com batatas fritas muito saborosas e uma cola com uma lata esquisita, mas também ela saborosa!




Depois disto fomos dar um passeio pela cidade e fomos deitarmo-nos, desta vez por volta das 2h da manhã, sim mais cedo que o normal, mas o pessoal estava cansado.

No dia seguinte acordamos, visitamos Colónia de manhã, e de tarde fomos a Leverkussen e Helmond.
Em colónia visitamos a praça central e a catedral de Colónia.





video

Em Leverkussen, visitamos a sede da Bayer e os jardins japoneses ( Lindissimos!!! )







Em Helmond, foi mais uma paragem para a gente petiscar e comprar as ultimas recordações, e para ver o castelo e mais uma vez as casas cúbicas.

Após helmond, dirigimo-nos para Eindhoven, onde voltamos a tirar fotos e queimar tempo, para depois ir para o Aeroporto.






Eram então quase 19h30 quando chegamos ao aeroporto, deixamos o carro, e pegamos nas malas e entramos no aeroporto, e nada nos fazia prever o que se iria passar.

O que um cartão de cidadão pode fazer a um gajo, quando este não está à espera.

Deixo aqui o vídeo para verem o que aconteceu!!

video

video
Após tudo resolvido, lá fizemos o check in, e entramos para a porta 4, onde houve uma grande discussão sobre quantos quilómetros seriam de Eindhoven a Ribeirão! São 2003km Sr.Costa! lol

21h50, já com 20minutos de atraso, partimos rumo a Portugal.
O voo, até correu bem, fora as enormes dores de cabeça com que eu estava e o mau humor do Tropa.
Eram 23h10m quando chegamos a Portugal, todos cansados e tristes por a viagem ter terminado, prometemos , que para o ano há mais!!! Are you ready to go???

P.S.: Em breve irei colocar uma sondagem para o pessoal votar nos próximos destinos!!!